domingo, 10 de março de 2019

  1. JÁ À VENDA O LIVRO “DIÁRIO ESPORTE CLUBE – Volume 1”.

  2. Pessoal!

  3. A partir de agora se você não teve acesso as reportagens diárias entre 27 de dezembro de 2018 e 25 de janeiro de 2019, você terá a oportunidade de tê-las em sua cabeceira! clique aqui: https://bit.ly/2Uv5Z0V
  4. Acabamos de lançar o livro “Diário Esporte Clube - Volume 1” com as matérias diárias completas e com algumas fotos inéditas.
  5. Para adquirir o seu exemplar basta acessar o link abaixo e fazer sua compra pela internet. O livro estará em sua casa dentro de sete dias!
  6. No final deste mês de março estarão sendo lançados os livros “Diário Esporte Clube - Volume 2”, com matérias publicadas entre os dias 26 de janeiro à 26 de fevereiro de 2019 e o “Diário Esporte Clube - Volume


    3”, com matérias publicadas entre os dias 27 de fevereiro à 22 de março de 2019.

terça-feira, 9 de outubro de 2018

"DOS SONHOS NASCEM OS MITOS" NA EMEIEF ROTARY CLUBE

O presidente da Academia Pirassununguense de Letras, Artes, Ciências e Educação - APLACE, Israel Foguel, esteve, a convite da direção da EMEIEF Rotary Clube de Pirassununga, no último dia 5 de outubro, batendo um papo com alunos daquele estabelecimento de Ensino.
Tendo como tema "Dos Sonhos nascem os Mitos", Israel colocou em evidência a necessidade de sonharmos de noite e corrermos durante o dia para realizá-los, tal qual fez a professorinha pobre de Pirassununga, Cacilda Becker.
Cacilda, após uma infância de sofrimentos e lutas, conseguiu transformar seus sonhos em realidade, tornando-se um mito dentro da arte de representar.
Já no dia 18 de setembro, sobre o mesmo tema, Israel Foguel esteve no Lar André Luiz. No Rotary, Israel proferiu duas palestras, às 10 e às 16 horas.
Entre diversos livros escritos, "Dos Sonhos Nascem os Mitos" é um livro de autoria de Israel Foguel, lançado recentemente pela AgBook Editora.







terça-feira, 26 de junho de 2018

LIVROS LANÇADOS NO EXTERIOR

                Acabamos de lançar pela Amazon.com na Europa, Ásia, Oceania, América do Norte, América Central e América do Sul, em Inglês, os livros "My little Sweet Kitten, Little Dreams of Love, The Holy Bible Curiosities e David Lawyerman and The Battle of Mount Castle.
                       Abaixo os links e informações para adquirir os seus exemplares:













quarta-feira, 20 de junho de 2018



David Lawyerman, em sua primeira aventura, participa da tomada de Monte Castelo, durante a II Guerra Mundial!


David, nascido em uma pequena cidade do interior paulista, era um garoto muito obediente a seus pais. Gostava de brincar na rua com a garotada.
Morando em uma casa muito humilde, temia a Deus e compartilhava seu carinho com a família, amigos, vizinhos e toda a cidade.
            Aos domingos, pela manhã, juntamente com seu pai e sua mãe se dirigiam à sua Igreja existente próximo ao bairro em que moravam, situado a cerca de 800 metros.
Ali cantavam belos hinos de louvor a Deus, liam e interpretavam trechos das escrituras sagradas e de saiam extasiados com as maravilhas de Deus.
Seu pai, Carlos, sempre lhe dizia:
- Deus está no controle de nossa vida! Tudo é possível se acreditarmos e nos colocarmos em suas mãos.
David cresceu, se alistou no Exército mas não serviu como militar. Crescendo, formou-se como professor de Inglês e, posteriormente, começou a lecionar em um Colégio particular.
Mas eis que em 1939 começa a II Guerra Mundial e em 1944 David Lawyerman é convocado para se alistar e vai para a Itália, junto com os “pracinhas” da Força Expedicionária Brasileira.
E aí começa a nossa história. Acontecimentos que marcam de forma indelével a vida deste nosso personagem que entra e sai da guerra sem dar um tiro sequer!
David sente que realmente ele é um “escolhido” por aquele “lá de cima”, sempre presente nas horas mais cruciais em Monte Castelo!
Divirta-se com esta primeira aventura (A Tomada de Monte Castelo) da trilogia David Lawyerman!
Em breve, David Lawyerman volta em uma grande aventura no oriente médio! é esperar para ver e ler!


segunda-feira, 4 de junho de 2018


           




A história da Copa do Mundo de Futebol se iniciou em 1928, durante um congresso da entidade, quando Jules Rimet conseguiu a aprovação para criar um torneio internacional. 


A primeira competição ocorreu em 1930, tendo a participação de 13 equipes convidadas, tendo o Uruguai como país-sede e como campeão. Com o crescimento da competição, hoje é necessário passar por uma etapa classificatória de dois anos de duração, que conta com a participação de aproximadamente duzentas seleções de países, para participar do campeonato. 

A primeira partida internacional de futebol ocorreu em 1872 entre Inglaterra e Escócia. Nessa época, o futebol raramente era praticado fora do Reino Unido. O início da expansão do futebol internacional se deu com a criação da FIFA, em Maio de 1904, então formada por sete países do continente europeu. Com a crescente popularidade, o futebol participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1900, 1904 e 1906 como um esporte de demonstração, sem direito à medalha, sendo oficialmente introduzido nos Jogos Olímpicos de Verão de 1908. 

A seleção amadora da Inglaterra foi campeã em 1908 e 1912. 

A FIFA tentou organizar um torneio entre seleções fora do contexto olímpico em 1906, na Suíça, mas a tentativa fracassou. Como os Jogos Olímpicos eram disputados somente por equipes amadoras, as competições envolvendo equipes profissionais começaram a aparecer. 

Em 1908 foi realizado em Turim, Itália, o Tomeo Internazionale Stampa Sportiva e, no ano seguinte, Sir Thomas Lipton organizou o Troféu Sir Thomas Lipton, também realizado em Turim. Ambos os torneios foram disputados apenas por clubes, cada qual de um país diferente. 

Por não terem sido disputados por seleções, não são considerados antecessores diretos da Copa do Mundo, apesar do Troféu Sir Thomas Lipton ser citado algumas vezes como a primeira Copa do Mundo de Futebol, sendo que o seu predecessor é quase sempre ignorado por ser menos conhecido. Em 1914, a FIFA reconheceu as competições de futebol dos jogos olímpicos como campeonatos mundiais de futebol amador, e passou a ficar responsável pela organização do evento. 

Isso possibilitou a oficialização do futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1920, onde o torneio foi vencido pela Bélgica. O Uruguai foi campeão em 1924 e 1928, ano em que a FIFA decidiu organizar seu próprio campeonato. Devido aos dois títulos olímpicos e à comemoração do centenário da independência, o Uruguai foi eleito sede da primeira Copa do Mundo. 

Hoje já foram realizadas 20 copas mundiais. Neste livro você conhecerá todos os campeões bem como fatos, fofocas e curiosidades da Copa Mundial de Futebol Masculino. 

Estamos em ritmo de seleção!

Fique por dentro da História de todas as copas mundiais já realizadas. 

Viaje através do tempo e reviva os momentos curiosos, históricos e marcantes de todas as copas Mundiais do futebol masculino. Não perca essa chance!

Adquira o seu exemplar e vibre com a copa do mundo bem informado!

quarta-feira, 4 de abril de 2018

II GUERRA MUNDIAL: A COBRA FUMOU


II Guerra Mundial foi um conflito militar global que durou 6 anos (de 1939 a 1945), envolvendo a maioria das nações do mundoincluindo todas as grandes potênciasorganizadas em duas alianças militares opostas: os Aliados e o Eixo.
Os países Aliados representavam basicamente os mesmos que formaram a Tríplice Entente durante a Primeira Guerra Mundial. No comando dessa força de coalizão estavam os Estados Unidos, o Reino Unido e a União Soviética. O Reino Unido esteve na guerra desde o começo por ser a grande potência mundial e considerado inimigo do nazismo de Hitler. os Estados Unidos entraram na guerra após o ataque japonês sofrido em suas bases militares em Pearl Harbor, no Pacífico. Enquanto a União Soviética aderiu ao conflito pelo rompimento do pacto nazi-soviético em 1941, marcado pela invasão do exército alemão em território soviético. Assim se uniram as principais forças dos Aliados.
Vários outros países integraram as forças Aliadas na Segunda Guerra Mundial, sendo que China, Polônia e a parte da França livre foram grandes aliados no combate, ocuparam o segundo escalão entre o grupo. Formavam ainda o grupo: Austrália, Nova Zelândia, Nepal, África do Sul, Canadá, Noruega, Bélgica, Luxemburgo, Países Baixos, Grécia, Iugoslávia, Panamá, Costa Rica, República Dominicana, El Salvador, Haiti, Honduras, Nicarágua, Guatemala, Cuba, Coréia, Checoslováquia, México, Etiópia, Iraque, Bolívia, Irã, Colômbia, Libéria, Romênia, Bulgária, San Marino, Albânia, Hungria, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, Turquia, Líbano, Arábia Saudita, Argentina, Chile e Dinamarca.
 Na época diziam que era mais fácil a cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra. O Brasil também aderiu aos Aliados sendo o único país da América do Sul a enviar tropas para os combates em território europeu. E aí as pessoas viram que "a cobra fumou".

Marcado por um número significante de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, com mais de setenta milhões de mortos.
Neste livro você vai ter conhecimento da participação brasileira e da cidade de Pirassununga neste conflito sangrento. Você vai conhecer quem são as vinte e oito pessoas que participaram na Itália, pela Força Expedicionária Brasileira.